logo IMeN

O mundo vegetariano.

Essa é uma duvida frequente no meu consultório.
Os pacientes, com dietas mal orientadas, podem apresentar deficits de peso, deficiências na dosagem sanguinea de vitaminas (B12 e D), ferro, câlcio e zinco, bem como, de proteínas e funções metabólicas.
Com isso, desenvolvem anemia, deficiências osseas, queda da imunidade e perda da massa magra (musculos), alem de algumas variações hormonais.
É muito importante a avaliação clínica e laboratorial rotineira. A avaliação individual correta, pode prevenir problemas sérios de saúde, liberando à prática alimentar no mundo vegano com maior segurança.
Eu tenho especial atenção em pacientes idosos, executivos(as) com alimentação irregular, praticantes de atividade física intensa, gestantes e crianças em crescimento, sem falar em períodos de pós internaçâo hospitalar.
Querem conhecer os diversos grupos? Vamos lá.
Vegetariano: Não come nenhum tipo de carne.
Ovovegetariano: Não come nenhum tipo de carne e de ovos.
Lactovegetariano: Não come nenhum tipo de carne, leite e derivados. Come ovos.
Ovolacteovegetariano: Não come nenhum tipo de carne, leite e derivados e ovos.
Vegetariano estrito: Não come produtos de origem animal de forma radical, não ingere mel, por exemplo.
Vegano: Semelhante ao vegetariano estrito, tambem não consome produtos testados em animais.
Vamos ao bom senso, mudança de hábitos em alimentação pode ser uma boa opção, mas cuidado com radicalismos.

IMeN - Instituto de Metabolismo e Nutrição
Rua Abílio Soares, 233 cj 53 • São Paulo • SP • Fone: (11) 3287-1800 • 3253-2966 • administracao@nutricaoclinica.com.br