logo IMeN

Sarcopenia, o que é isso?

Na verdade, é a perda de massa magra (músculos) que ocorre inexoravelmente em torno dos 50 anos e evolui com o passar do tempo.
A perda de massa magra está diretamente relacionada com quedas e fraturas, infecções pulmonares, perda do equilíbrio e dificuldade de caminhar ou fazer qualquer tipo de atividade física.
Como reduzir essa perda de músculos?
Se o processo se inicia em pessoas com composição corporal com maior porcentagem de músculos, melhor, a queda se iniciará sobre uma massa muscular maior.
Se a pessoa fizer atividade física regular, a velocidade de perda muscular se reduz.
Qual atividade? Qual a intensidade?
Essa resposta será dada após avaliação da composição corpórea, exames laboratoriais e de testes básicos, como o ergométrico, por exemplo.
A alimentação com maior ingestão de proteínas é uma estratégia clínica aprovada.
Existem diversos tipos de whey protein e de colágenos nas suas diferentes versões. Cuidado com erros e utilização inadequada, sem indicação e ao sabor de "conversas de academia".
Hormônios, tipo testosterona e hormônio do crescimento ainda carecem de validação científica.
Maior ingesta de vitaminas e minerais possuem alguma vantagem no metabolismo e devem ser utilizados.
Vejam exemplos de quantidade média de proteína por porção de 100 gramas.
Frango: 30g; carne vermelha: 26g; peixe: 24g; queijo: 20g; feijão: 6g; brócolis: 4g ; cogumelos: 3g; leite: 3,5g; ovo (unidade): 13g.
Reduzir a sarcopenia e sua velocidade pode fazer a diferença no envelhecer.

IMeN - Instituto de Metabolismo e Nutrição
Rua Abílio Soares, 233 cj 53 • São Paulo • SP • Fone: (11) 3287-1800 • 3253-2966 • administracao@nutricaoclinica.com.br